terça-feira, 11 de julho de 2017

Quebrando a banca

  Muito tenho lido a expressão "quebrando a banca tal..." em sites de concursos, como se existisse uma guerra entre banca e candidato. E eu acho válida a expressão pois no último concurso que fiz, a banca que me quebrou, parece que faz questões de difícil interpretação de propósito pra quebrar o candidato, tipo, você sabe a matéria mas a banca expõe uma situação que você fica na dúvida, tipo: será essa ou essa? Não gosto nenhum pouco desse tipo de questão mas vou ter que me adaptar à elas pois infelizmente a banca não quer saber se você sabe a matéria, parece que ela quer te colocar em uma sinuca de bico.
  Pois bem, vou estudar e a partir de agora vou em busca desse ato de "quebrar a banca", pois depois da última prova, vi que ela (a banca) não é nenhum pouco minha amiga.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Não deu o TJ

  Saiu o gabarito, acertei 68 questões de 100. Dessa vez não deu, no ranking extraoficial a primeira colocada acertou 91 de 100, muita diferença, mas valeu ter feito esse concurso pois aprendi mais.
  Quando eu fiz o concurso do TCU aprendi que tenho que estudar todo o edital e fazer revisões constantes, depois que fiz o TCE aprendi que tenho que respeitar os limites do meu corpo, fazer a prova com o corpo e a mente descansada faz toda a diferença, e agora que eu fiz o TJSP aprendi que não basta estudar todo o edital, é preciso memorizar TODO seu conteúdo, nos mínimos detalhes.

sábado, 1 de julho de 2017

O amanhã e amanhã é uma dúvida

  Realmente não sei o que esperar da prova do concurso do TJSP. A prova é amanhã, seja o que Deus quiser. Eu estudei mas não estudei tanto assim, mas estudei. Vamos ver que bicho vai dar.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

A chama da esperança que estava quase apagando se reacendeu!

  A chama da esperança de passar no concurso do TJ SP estava quase se apagando quando de repente...se acendeu novamente. Isso porque eu fiz a prova de atualidades e informática do último concurso do TJ SP para outro cargo aplicada a algumas semanas atrás e achei a prova muito fácil. Considerando que esse cargo é de nível superior e o que vou fazer é nível médio, espero que a minha prova seja do mesmo nível ou mais fácil ainda!
  Gostei muito das perguntas, perguntas bem lúcidas e claras. Agora é se preparar nessa reta final e esperar. :)

sábado, 17 de junho de 2017

No caminho certo

  Não sei, mas depois que eu fiz o último concurso do TCE acho que estou no caminho certo. Eu fiquei na posição mil seiscentos e pouco mas considerando que tinha 70000 pessoas e que 20000 tiraram mais que a nota mínima exigida acho que fui bem sim. E olha que eu errei MUITAS questões de bobeira nessa prova.
  A prova de técnico de informática(que não é minha área) do TJM eu fiquei na posição 96 de 1150 candidatos. Parece uma posição muito ruim, mas considero boa tendo em vista que caiu milhares de questões que eu nunca sonhei estudar por não ser da minha área.
  A prova de técnico em eletrônica do metrô eu fiquei na posição 30 de 1500 candidatos, ficando nos detalhes eu não ter ficado numa posição melhor.
  Agora vou fazer o concurso do TJSP, fazendo a análise SWOT vejo que tenho forças e fraquezas para esse concurso, mas no geral as fraquezas eu acho que superam as forças, porque esse concurso vai ser pauleira.
  De força eu acho que tenho que estou muito mais preparado do que alguns anos atrás. Estudo de uma maneira muito melhor e adequada para a assimilação da matéria, já fiz vários concursos anteriores e aprendi com os erros.
  De fraqueza está que por ter um salário bom e ser da carreira judiciária acho que esse concurso vai atrair um grande número de candidatos fortes, mais fortes do que eu estou acostumado a enfrentar. Acho que muitas pessoas com diploma superior em direito vão fazer essa prova.
  Em geral acho que é possível conseguir a vaga, mas não fácil. Acho que eu me garanto entre os 500 primeiros mas eu preciso ficar entre os 120.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

O sonho desandou mas dinheiro não é tudo na vida

  Fiz a última prova de 2015 do TJ SP. Olhando friamente parecia fácil, mas ao resolver, as questões de direito processual civil e processual penal me fizeram errar muito. Errei pra caramba e não consegui atingir a nota de corte da época. Vendo isso, estou deixando de fazer planos com o salário, vou fazer a prova mas sabendo que vem pedreira pela frente.
  Vou me esforçar ao máximo mas sei que vai ser MUITO difícil, fazer a prova na minha região não vale nada quando a matéria cobrada é direito processual civil. Ô matéria complicada! Tipo, eu li tudo que tinha que ler aí vou eu resolver as questões e aconteceu como no concurso do Bacen: "sério que eu não li isso?" Na verdade eu li mas são tantos detalhes que o que eles pedem passa em branco.

domingo, 11 de junho de 2017

O sonho ainda não acabou

  Estou lutando pra conseguir um emprego melhor, como diz a música: "nada vem de graça nem o pão nem a cachaça", então estou estudando para prestar concurso. Meu alvo agora é o TJ SP e as estatísticas estão a meu favor.
  Isso porque sempre que faço concurso ou vestibular na região que moro eu sempre fico em uma ótima classificação, normalmente entre os 5 primeiros, e esse concurso é na  minha região. Não que eu vá ficar entre os 5 primeiros, até porque eu não tenho tanta intimidade com a matéria pedida, mas tenho esperança de ficar entre os 120 primeiros pra ir pra segunda fase e quem sabe ser nomeado nem que demore alguns anos pra ser chamado.
  Esse concurso ser na região de Osasco/Barueri faz toda a diferença para mim. Aqui acredito que tenho chances reais, pelo menos meu retrospecto sempre foi bom. Já praticamente fechei o edital, faltando alguns poucos pontos a estudar, falta 3 semanas pra prova e eu vou caprichar pra não perder nenhuma questão de bobeira e conseguir a melhor classificação possível.
  A prova vai ser uma surpresa, pois não sei se ela vai vir fácil ou se vão pegar pesado nos direitos, o que pra mim pode ser o fim. Não sei realmente o que esperar, somente no fim da prova vou ter alguma noção se será possível passar ou não. Passar nesse concurso vai melhorar muito minha qualidade de vida.
  Cada concurso que eu passo eu dobro o salário, o primeiro concurso que fiz ganhava 700 reais, o segundo 1300, o terceiro 2600 e se eu passar nesse ganharei 6000, aí pensarei seriamente em completar o nível superior e tentarei dobrar novamente.